Síntese de Evidências para Políticas de Saúde

Implementação da opção 1

Quadro 3 – Considerações sobre a implementação da opção 1

Níveis Opção 1 – Prescrição da atividade física na APS para a prevenção e tratamento da hipertensão arterial em nível individual
Pacientes/
indivíduos/
tomadores de
decisão
Deve-se abordar os benefícios da atividade física considerando as implicações culturais e principalmente de gênero em todos os indivíduos e em todas as oportunidades no contato com os serviços de saúde.
Trabalhadores de
saúde
Deve-se capacitar os profissionais da APS para a abordagem e prescrição das práticas de atividade física. Deve-se integrar de forma mais consistente os profissionais da APS e os dos centros de referência em atividades físicas para que haja melhor direcionamento e acolhimento dos usuários.
Organização de
serviços de saúde
Deve-se elaborar e implementar protocolo visando a prescrição da atividade física na Atenção Primária bem como seu monitoramento e avaliação.

Deve-se ampliar a oferta de espaços na cidade que estimulem as práticas de atividade física. Deve-se garantir que barreiras estruturais não sejam muito relevantes a ponto de impossibilitarem a implementação dessa opção.

Sistemas de saúde Falta financiamento específico do SUS para as práticas de atividade física na APS. Os custos podem representar uma barreira para a sustentabilidade da contratação e manutenção de profissionais e estrutura para a realização da atividade física.