Síntese de Evidências para Políticas de Saúde

Implemetação da opção 2

Opção 2 – Implantar plataforma online para disseminação do conhecimento científico

Paciente / indivíduo / tomadores de decisão

  • A implantação de plataforma virtual online pode atingir uma enorme variedade de indivíduos, desde usuários do sistema de saúde a comunicadores, gestores e políticos. Essa estratégia pode estimular a participação dos usuários na discussão de políticas para a saúde (ENTWISTLE et al., 1998). Gestores e tomadores de decisão também podem se beneficiar com a estruturação de plataformas virtuais, pois podem acessar informação e interagir com outros usuários do sistema de forma remota.
  • Uma revisão sistemática de boa qualidade que avaliou como o uso de evidência poderia ser promovido através de diferentes estratégias de tradução do conhecimento revelou que o uso de CD-ROM e internet foram identificados como promotores de conhecimento para tomadores de decisão (LAROCCA et al., 2012). Além disso, o uso dessa estratégia não torna obrigatória a presença dos participantes em uma dada localidade, tornando-se uma alternava mais eficiente. Outra estratégia apresentada pela revisão sistemática foi a avaliação da efetividade de serviços web como bases de dados, serviços de informação e listas de discussão. Os autores indicaram resultados significativos da estratégia, embora tenham mostrado que a estratégia de tradução do conhecimento não refute em uma mudança na prática.

Trabalhadores de saúde

  • Estudantes de medicina indicaram reconhecer a importância da evidência cientifica para a prática clínica, mas reconheceram como desafio mudar o comportamento dos médicos com muito tempo de experiência profissional, especialmente quando se faz necessária a incorporação e uso de novas tecnologias (ILIC; FORBES, 2010). Uma possibilidade para superar essa barreira é criação de um sistema de educação permanente com foco nos médicos em atividade, especialmente para aqueles com mais idade, para que ferramentas tecnológicas essenciais para a utilização da plataforma virtual online sejam introduzidas aos mesmos.

Organização de serviços de saúde

  • As organizações devem ser capazes de desenvolver, implementar e monitorar plataformas online responsáveis por traduzir e disseminar o conhecimento para diferentes públicos. Os serviços disponibilizados na plataforma online devem ser gratuitos, acessíveis e
    práticos, garantindo o uso universal dos recursos disponíveis.

Sistemas de saúde

  • Possíveis dificuldades em se obter financiamento para a implantação e operação da plataforma devem ser antevistas (KASONDE; CAMPBELL, 2012) e estratégias que promovam a resolução desse problema devem ser identificadas e prontamente implementadas.