Síntese de Evidências para Políticas de Saúde

Opções para abordar o problema

Mundialmente, o uso de evidências é considerado prioridade para formulação de políticas bem informadas e efetivas (LAVIS et al., 2006). Entretanto, elevar o nível de utilização de evidências científicas no processo de elaboração de políticas para a saúde em países como o Brasil continua sendo um desafio. Ainda existe pouca informação sobre o uso de evidências por tomadores de decisão no país, mas é possível pressupor que a utilização sistemática do conhecimento científico na produção de políticas de saúde ainda seja pequena.

Essa síntese de evidências identificou quatro opções para a elevação do uso de evidências por tomadores de decisão:

  1. Produzir e disseminar sínteses de evidências com linguagem adaptada a diferentes públicos;
  2. Uutilizar plataforma virtual online para disseminação do conhecimento científico;
  3. Estimular o uso do jornalismo e outras formas de comunicação para ampliar a disseminação do conhecimento científico; e
  4. Promover a interação entre pesquisadores e tomadores de decisão.

O objetivo dessa seção é discutir opções para elevar o uso de evidências científicas nas tomadas de decisão e identificar barreiras e estratégias de implementação.