Síntese de Evidências para Políticas de Saúde

Buscando as evidências científicas sobre as opções

Revisões sistemáticas, metanálises e avaliações econômicas de alta qualidade foram consideradas para elaboração dessa síntese. A busca de evidências científicas foi realizada nos repositórios da Biblioteca Virtual em Saúde (http://www.bvsalud.org), Health Systems Evidence (http://healthsystemsevidence.org/) e PubMed (http://www.ncbi.nlm.nih.gov/ pubmed/).

A estratégia de busca se deu com os seguintes termos e resultados:

BVS: (use of evidence) or (evidence informed) or (know-do gap) or (uso de evidência) or (informada por evidência) or (knowledge translation), retornando 1346 textos. Após a aplicação do filtro “Tipo de Estudo” e seleção de “Revisões Sistemáticas Avaliadas”, “Síntese de Evidências” e “Avaliação Econômica em Saúde” foram obtidos 22 textos, dos quais, após a leitura dos títulos e resumos, foi selecionado apenas quatro para leitura completa

HSE: (use of evidence) or (evidence informed) or (uso de evidência) or (informado por evidência) or (knowledge translation), retornando 20 estudos (três de visão geral sobre revisões sistemáticas, cinco de revisões sistemáticas de efeito, 10 de revisões sistemáticas que tratam de outros temas, dois de revisões sistemáticas em andamento e um de revisão sistemática sendo planejada), sendo seis trabalhos selecionados para leitura completa

PubMed: (use of evidence) or (evidence informed) or (knowledge translation), aplicando o filtro “Article type” e selecionando “Systematic reviews” e “Meta-analisys”, retornaram 248 estudos; após a leitura dos títulos e resumos, 15 foram selecionados. Após a leitura dos textos selecionados e identificação das questões de interesse, excluíram-se os estudos duplicados e as revisões sistemáticas sobre opções voltadas para aspectos clínicos apenas, restando o total de 21 revisões sistemáticas e uma avaliação econômica sobre o uso de evidências científicas que atendiam ao escopo necessário para identificar as opções de políticas propostas por esta síntese.

A qualidade das revisões sistemáticas foi avaliada utilizando-se o instrumento AMSTAR (SHEA et al., 2007).

Os detalhes dos estudos encontram-se nos apêndices.