Síntese de Evidências para Políticas de Saúde

Considerações sobre a equidade na implementação

Opção 4 – Uso de corticosteróides para prevenir desconforto respiratório em prematuros

O uso de corticosteróides na prevenção do desconforto respiratório em prematuros representa uma intervenção possível de ser implementada em qualquer serviço de assistência ao parto ou mesmo em serviços de urgência ou de Atenção Primária à Saúde, no caso de inexistir serviços de referência locais.

A maior barreira a ser enfrentada não diz respeito aos custos de manutenção da disponibilidade de corticosteróides para essa aplicação nos serviços de saúde, mas principalmente à disponibilidade de médicos para a identificação do risco de parto prematuro e a realização da prescrição. Embora a intervenção seja apontada como efetiva, seus efeitos somente serão observados se os critérios de utilização do corticosteróide estiverem de acordo com o protocolo apontado na evidência científica identificada.

Anterior

Próximo